diversos-logo_branco

DIVERSOS surge como um espaço de voz e difusão das nuances da diversidade com o objetivo de estimular o pensamento crítico.

Livro com fotos e narrativas que relatam a história de artistas e suas obras na perspectiva da diversidade de gênero, idade, pessoas com deficiência, raça e crenças. Através da fotografia, as obras artísticas serão captadas em toda sua beleza estética e, paralelamente, abordarão a diversidade em toda a sua amplitude artística e cultural, valorizando artistas e obras e estimulando o pensamento crítico.

+Somos Diversos

Capítulo 1

Somos Diversos

Trata-se da introdução sobre o tema e conduzir os leitores sobre a jornada escolhida para tratar da questão da diversidade através da fotografia.

Capítulo 2

De todos os gêneros

Neste capítulo teremos uma breve discussão sobre a questão de gênero e iniciaremos a inclusão dos artistas e suas obras que de algum modo se relacionem aos direitos e cidadania.


Capítulo 3

De todas as cores e sonhos

Neste capítulo pretendemos abrir uma discussão sobre artistas, raça e etnia, valorizando os saberes e propostas, apresentando as obras e história dos mesmos.

Capítulo 4

Nós somos assim

Este capítulo trará obras de pessoas com deficiência nas áreas da música, dança, teatro, entre outras, que superam suas limitações através da arte.


Capítulo 5

País de todas as crenças

Em um país em que um sincretismo religioso é uma realidade iremos resgatar artistas e obras realizadas por homens e mulheres de diversas religiões e crenças que compõem parte do universo místico e do sagrado brasileiro.

Capítulo 6

O tempo de criar

Neste capítulo vamos discutir e apresentar artistas de diversas idades (jovens, adultos e idosos) que produzem arte e se relacionam com a vida e conhecimento sem limites.

+Bastidores

“A casa de Kazuo Wakabayashi fica em uma rua tranquila no bairro do Jabaquara, zona sul da capital paulista, a poucos metros da residência dos Mabe. Não é uma coincidência: quando chegou ao Brasil, em 1961, Wakabayashi tornou-se amigo e protegido de Manabu Mabe (1924-1997), na época um já respeitado artista plástico. O ateliê de Wakabayashi, uma espécie de edícula aos fundos da casa, tem como vista os troncos de um pequeno bambuzal. A sensação por ali é de calma – a mesma calma transmitida pelo olhar e pela fala do pintor octogenário quando fala de sua vida no Japão e a mudança para as terras brasileiras. No dia da nossa conversa – e agora, sim, uma coincidência – o Japão jogava com a Bélgica pelas oitavas de final da Copa do Mundo. A algazarra no domínio dos Mabe contrastava com o ambiente quase monástico no lar de Wakabayashi. Na foto, Wakabayashi é fotografado em seu ateliê pelo fotógrafo Fernando Martinho.”

-Kazuo Wakabayashi

+ Patrocínio

novelis-logo_Prancheta 1

Sobre a Novelis

A Novelis Inc. é líder mundial em laminados e reciclagem de alumínio. A Empresa opera em 10 países, possui aproximadamente 11.500 profissionais e teve receita de $10 bilhões no ano fiscal de 2017. A Novelis fornece chapas e folhas de alumínio Premium para os mercados de transportes, embalagens, construção civil, indústria e para produtos eletrônicos por meio de unidades na América do Norte, Europa, Ásia e América do Sul. A Novelis é uma subsidiária da Hindalco Industries Limited, líder na indústria do alumínio e cobre, e principal empresa no ramo de metais do Grupo Aditya Birla, um conglomerado multinacional sediado em Mumbai, na Índia. Para mais informações, acesse novelis.com e siga-nos no Facebook em facebook.com/NovelisBrasil e no Twitter em twitter.com/Novelis.

Sobre a Novelis América do Sul

No Brasil, a Novelis possui atividades de laminação em Pindamonhangaba e Santo André/SP, além de um Escritório Central na Zona Sul de São Paulo. A operação local envolve cerca de 1.500 profissionais e alcançou receita de US$ 1,5 bilhão no último ano fiscal. A Empresa mantém oito centros de coleta de sucata espalhados pelo País e conta com o maior centro de laminação e reciclagem de alumínio da América do Sul.

+ Realização

educare-logo_Prancheta 1

A Rede Educare tem entre os seus valores o respeito à diversidade humana, e com Diversos nosso objetivo é contribuir para a reflexão sobre o tema a partir do viés artístico. Do jovem bailarino da periferia de São Paulo ao lendário cordelista do Pernambuco; do cantor e compositor pop de Salvador à atriz transgênero de Curitiba, foram dezenas de horas de entrevistas e milhares de quilômetros percorridos para se construir um rico mosaico de variedade étnica, religiosa, física, geracional e de gênero do Brasil.

A Rede Educare promove encontros entre produtores e empresas que acreditam em cultura, esporte, saúde e ações sociais. Uma das missões da empresa é abrir o diálogo entre os produtores espalhados pelo Brasil para vinculá-los uns aos outros e a investidores que também acreditem nestes sonhos. Como produtora cultural, a empresa realiza projetos voltados à educação, sustentabilidade, formação de leitores e novas plateias através da implantação de bibliotecas e cinemas.

+Produção

Kátia Rocha

Coordenadora

Priscila Oliveira

Produção

Cynthia Takayama

Produção

Jeferson de Sousa

Roteiro e produção de textos


Carmen Fukunari

Projeto Gráfico e Direção de arte

Adriana Harumi

Assistente de arte

Fernando Martinho

Direção fotográfica e fotógrafo

Ana Paula Paiva

Fotógrafa


Davilym Dourado

Fotógrafo

Luciana Cavalcanti

Fotógrafa

Stephan Schmeling

Fotógrafo

Carlos Pedretti

Tratamento de imagens

+Tradução